Ipsemc no I Seminário Nacional de Investimento e Gestão Previdenciária da Aneprem

 

 

 

 

 

Equipe de Conselheiros do Ipsemc (Camprev – Conselho Administrativo Municipal de Previdência e Confiprev – Conselho Fiscal Municipal de Previdência) participaram do I Seminário Nacional de Investimento e Gestão Previdenciária da Aneprem, em São Luiz do Maranhão. O evento ocorreu no período de 11 a 13 de julho deste ano. Uma oportunidade imperdível de qualificação pela abrangência de temas em pauta: investimentos, Nova Certificação, Pró Gestão, Portaria 1467/2022 (apelidada de Super Portaria por conta da quantidade de dispositivos e mudanças), Reforma da Previdência, dentre outros.

Para a conselheira do Camprev Juliana “o seminário está sendo bastante produtivo. Palestras objetivas com temas atuais, como aspectos relevantes da reforma da previdência, temas polêmicos sobre a portaria 1467/2022 e previdência complementar, bem como estratégias para realização da nova certificação RPPS, demonstrando cada vez mais a importância da capacitação principalmente dos conselhos na tomada de decisões e a importância cada vez maior de participar desses eventos e trocarmos experiências e conhecimento”.

Euzo Chaves, presidente do Confiprev, enfatiza que “o Seminário foi bastante produtivo, considerando os temas atuais, sendo ministrados pelos palestrantes de forma muito objetiva e de fácil compreensão. Deixando cada vez mais evidente a importância de participar desses eventos em virtude da dinâmica e da complexidade que o tema RPPS requer”.

Reunião para definição de ajustes de aplicativo para gestão de documentos

Na manhã desta quarta-feira (13/07), no auditório do Ipsemc, foi realizada mais uma reunião para definir ajustes, tirar dúvidas, identificar falhas e itens para correção no uso e infraestrutura do aplicativo de Gestão documental da Publicsoft, neste ato tendo como mediador o sr. Klauber Brito.

Para Klauber, o principal ganho no momento é a questão da diminuição do uso de papel e consequente gasto com tinta e impressora bem como melhoria no cumprimento dos prazos processuais. O encontro foi muito produtivo com total liberdade de participação dos usuários do aplicativo.

Sobre a implantação e processo de ajustes do novo sistema, a presidente do Ipsemc, Léa Praxedes, comenta: “precisamos deixar o aplicativo cada vez mais afinado com a realidade de nossas responsabilidades e necessidades, a fim de ter crescente minimização de custos, de prazos e do próprio estresse que decorre da gestão de documentos. É preciso entender ainda que este processo leva tempo até atingir sua maturidade até que todas as peças do quebra-cabeça estejam em seus devidos lugares”.

Ipsemc e CCI reiniciam Programa de Atividades Integrativas

Desde fevereiro deste ano, o Ipsemc e CCI (Centro de Convivência do Idoso) estão especialmente atentos à pandemia de COVID-19 e em empenho constante para retomar de modo gradual e seguro o Programa de Atividades Integrativas, uma vez há um significativo abrandamento dos números de infecções e mortes por coronavírus no Brasil e a cobertura vacinal da Paraíba e do município de Cabedelo estão acima de 90% e ainda em expansão. Além deste fator, é preciso levar em consideração que o público-alvo das atividades integrativas é composto por indivíduos da Terceira Idade, que representam o grupo mais vulnerável da atual pandemia.
Até o presente momento, foram acertados o retorno imediato com aulas mistas (telepresencial e online) e divisão de turmas das atividades de Artes, com profªs Walquíria Araújo e Marinês Salviano; Violão, com prof. Adriano Taurino; e Terapia em Grupo, com Ernúbia Rufino, psicóloga. O Projeto Escola de Postura, promovido pelo Curso de Fisioterapia do Centro Universitário de João Pessoa – Unipê em parceria com o Ipsemc/Centro de Convivência do Idoso – CCI, também está confirmado. A Escola de Postura é especialmente dirigida para pessoas da terceira idade, fazendo parte do estágio supervisionado dos alunos do curso de Fisioterapia do Unipê. O projeto é coordenado pela prof.ª Rachel Cavalcanti Fonseca.
Para Vanessa Lena, Coordenadora do CCI, “trata-se de um retorno que tem que ser feito com muito critério, uma vez que a responsabilidade envolve a própria vida dos alunos, pelo que queremos dar total transparência e segurança a cada participante sobre a retomada gradual das atividades. Alguns professores infelizmente não poderão continuar conosco e no momento em que as demais atividades estiverem com seu quadro de professores e cronograma de aulas definido estaremos dando a publicidade necessária.”

Sobre o Programa de Atividades Integrativas
O Ipsemc desenvolve desde 2005 o Programa de Atividades Integrativas em parceria com a Prefeitura Municipal de Cabedelo, por meio do Centro de Convivência do Idoso (CCI, que é vinculado à Secretaria de Bem-Estar Social), Secretarias de Educação e Saúde e tem como principal objetivo proporcionar uma melhor qualidade de vida para os indivíduos da Terceira Idade que se matriculam nas atividades, as quais envolvem desde passeios turísticos e educativos a exercícios físicos, como hidroginástica, postura corporal, dança (moderna e popular), Fisioterapia, entre outros.

Sobre o Centro de Convivência do Idoso (CCI)
O CCI é uma instituição criada pela Lei 1.529 da Prefeitura Municipal de Cabedelo, com a finalidade de assegurar a execução de políticas de atendimento e defesa dos direitos do idoso prevista na Lei n° 8.842/94 e Lei n° 10.741/03 (Estatuto do Idoso), notadamente o atendimento das necessidades sociais do idoso, estimulando a sua integração junto à família e à comunidade. O seu público-alvo compreende indivíduos da Terceira Idade.

Aulas de Artes – resumo das atividades de 2021

Durante todo ano de 2021, as Profas Walquíria Araújo e Marinês Salviano  realizaram atividades online de Artes com as alunas do Programa de Atividades Integrativas. O modelo adotado consiste em planejar e definir as artes a serem desenvolvidas, cujas técnicas são explicadas online ou por telefone . O material é previamente higienizado e enviado  para as residências das alunas que, após concluírem a atividade, reenviam para o CCI (Centro de Convivência do Idoso), onde são expostas e guardadas.

A sustentabilidade, fácil assimilação e reciclagem são pilares sempre utilizados pelas professoras em sua rotina de ensino-aprendizagem.  Assim foram desenvolvidas técnicas de decoupage, feltro, materiais reciclados doados pelas alunas (tecidos, fios, plásticos etc.), EVA, colagem de tecido, pachcolagem, dentro outros.

Projeto Escola de Postura adota aulas online com alunos da atividade

A Escola de Postura também aderiu ao modelo de aulas online , por meio de aplicativos de reunião via internet e lives do Youtube, a fim de dar continuidade ao projeto que alcança as pessoas da terceira idade do Programa de Atividades Integrativas do Ipsemc/CCI – Centro de Convivência do Idoso.

O projeto é desenvolvido desde 2015 no Ipsemc/CCI  e é especialmente dirigido para pessoas da terceira idade, fazendo parte do estágio supervisionado dos alunos do curso de Fisioterapia do Unipê. O projeto é coordenado pela prof.ª Rachel Cavalcanti Fonseca. Basicamente, na versão online, as aulas consistem em exercícios práticos com explicações passadas de forma alegre e objetiva aos alunos,  a fim de que os idosos tenham o máximo de compreensão e confiança no que estão praticando. Nesta versão online, o projeto busca no momento orientar os alunos para dar continuidade a exercícios que podem fazer em casa, além de questões de segurança, saúde, higiene e qualidade de vida.

Desde 2015, o Projeto Escola de Postura é promovido pelo Curso de Fisioterapia do Centro Universitário de João Pessoa – Unipê em parceria com o Ipsemc/Centro de Convivência do Idoso – CCI.

 

Prof. Adriano Taurino desenvolve online atividade integrativa de violão

O prof. Adriano Taurino orienta a Atividade de Violão do Programa de Atividades Integrativas do Ipsemc/CCI e desde julho pôs em prática um novo método de ensino para auxiliar seus alunos a desenvolver em casa as aulas de violão propostas, uma vez que no momento, por conta da pandemia do COVID-19, as aulas presenciais do Programa estão suspensas até autorização para aulas presenciais.

Como a música e o violão envolvem várias percepções do aluno, mas especialmente o tato e a audição, prof. Adriano optou por aulas individuais, já que no momento a atividade conta com 7 alunos matriculados. Segundo Adriano “o trabalhar individualmente cada aluno permite delinear melhor as aspectos a serem melhor trabalhados e que exigem mais atenção, a fim de obter o resultado sonoro esperado e em músicas que serão posteriormente trabalhadas em grupo, que é outra questão difícil, mas vários profissionais têm demonstrado na internet que é possível”, conclui o professor.  Assim. apesar da aula ser individual, as questões de ensino-aprendizagem básicas são as mesmas. Os alunos ensaiam a mesma música com o violão nas mãos e juntamente com o professor online em chamada de vídeo para dar as instruções necessárias. Todo material de ensaio é entregue ao aluno via internet. Não existe, neste método, contato físico.

Sobre as Atividades Integrativas do Ipsemc/CCI

O Ipsemc desenvolve o Programa de Educação Previdenciária de forma geral com apoio da Prefeitura Municipal de Cabedelo (PMC) e respectivas Secretarias, cujos servidores constituem seu principal público-alvo. Já o Programa de Atividades Integrativas é desenvolvido em parceria com a PMC por meio da Secretaria de Assistência Social, ao qual o CCI – Centro de Convivência do Idoso é diretamente vinculado.  Também são parceiras do Programa de Atividades Integrativas: • Secretarias de Educação, que designa e cede professores para diferentes atividades; • Secretaria de Saúde, que contribui designando profissionais de medicina, enfermagem, fisioterapia, entre outros para avaliar os alunos ou profissionais diversos para seminários sobre temas da área de saúde; e • Secretaria de Transporte – que cede transporte gratuito para viagens sempre que disponível.